Regional de Saúde de Coronel Fabriciano realiza reunião sobre a campanha nacional de imunização contra influenza 2018 e estratégias de Vacinação Contra Febre Amarela na Região

A Regional de Saúde de Coronel Fabriciano, realizou na última segunda-feira, 26/03, no auditório da Faculdade Única em Ipatinga, reunião técnica sobre a ‘Campanha Nacional de Imunização Contra Influenza 2018’ e a ‘Estratégia de Vacinação Contra Febre Amarela’ para os técnicos dos 35 municípios que compõe a região de saúde do Território Vale do aço.

Crédito: Flávio A. R. Samuel

A reunião foi organizada pelos Núcleos de Vigilância Epidemiológica, Ambiental e Saúde do Trabalhador (NUVEAST) e Núcleo de Atenção Primária à Saúde (NAPRIS) com o objetivo de alinhar as informações pertinentes à campanha 2018 e alinhar a estratégia de vacinação contra Febre Amarela, Meningites e HPV na região.  

A Referência Técnica em Imunização da Regional de Saúde de Coronel Fabriciano, Micheli Egydio, informou que de acordo com a Nota Técnica SES-MG nº 3/2018, atualizada em 13/03/2018, diante do atual cenário da Febre Amarela tornou-se necessário reforçar as orientações a respeito da vacinação nos municípios. No Calendário Nacional de Vacinação atual, o público prioritário a ser vacinado contra febre amarela são as pessoas a partir dos nove meses de idade, tendo como meta a ser atingida 95% de cobertura vacinal. Atualmente, a cobertura acumulada de febre amarela no Estado de Minas Gerais está em torno de 90%.

“A Nota Técnica informa também que para o enfrentamento da Febre Amarela o gestor municipal deverá articular a melhor maneira de realizar ações com participação ativa das equipes de Atenção Primária a Saúde (APS), outros serviços de saúde e parceiros para implantação das estratégias previstas na nota”, ressalta Micheli.

Sobre a campanha de Vacina contra Influenza 2018, de acordo com informações do Ministério da Saúde, as vacinas contra a influenza aplicadas no Brasil a partir de 2018 deverão conter três tipos de cepas de vírus em combinação. A cada ano a imunização é modificada para garantir a proteção contra as cepas virais de gripe em circulação.

Compõe o público da Campanha de Vacinação professores das escolas públicas e privadas; pessoas com 60 anos ou mais de idade; crianças na faixa etária de 06 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias); as gestantes; as puérperas (até 45 dias após o parto); os trabalhadores da saúde; os povos indígenas; os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; presidiários e funcionários do sistema prisional.

Extraído de: Secretaria de Saúde de Minas Gerais